Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens.

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens.

Saldos para emigrantes

29.08.18

emigrantes.jpg

 

Foi anunciado para o próximo OE, um desconto de 50% no IRS e outras deduções em deslocação e habitação para os emigrantes que voltem a Portugal nos próximos tempos. Além disso, foram também anunciados novos apoios às despesas tidas com a deslocação no regresso ao país e também na habitação. 

Medidas essas que serão válidas para aqueles que voltarem em 2019 e 2020.

 

Eu, emigra de anos, aqui respondo AHAHAHAHAHAHAH!

 

Obviamente que todas as medidas são boas e fofinhas, mas a sério que alguém vai voltar por pagar menos 50% de IRS?! Ainda mais quando esse valor é apenas válido para um período de de 3 a 5 anos - ainda não está definido. 

Como isto ainda não foi suficiente para me convencer a regressar a Portugal, aqui ficam as minhas sugestões. Quando viver e trabalhar em Portugal for assim, telefonem-me!

  • Salários mais altos
  • Melhores condições laborais, que eu não venho para Portugal trabalhar dez horas por dia
  • Empresas mais competitivas e mais resolutas (basicamente mais trabalho e menos senhores doutores)
  • Medidas de apoio às famílias (tipo aumento da licença maternidade e tal e tal)
  • Casas a preços que se possam pagar
  • Melhorias nos transportes públicos

 

 

Como convencer um emigrante a regressar? Com balões verdes

14.12.16

image.jpg

A AEP anda cheia de planos, ideias e ambições para que os jovens emigrantes regressem à tão amada pátria, este solo tão nosso, o nosso Portugal. O objectivo é, e passo a citar, "potenciar os conhecimentos que adquiriram".

O programa chama-se "Empreender 2020 - Regresso de uma Geração Preparada" e diz que vai conhecer estes jovens emigras super qualificados, super espertos e super tudo, saber se querem voltar e depois, vai ajudar a criar as condições necessárias para o regresso dos mesmos. Tudo certo - pena não haver nada assim para os emigrantes não jovens, nem para os jovens não emigrantes, mas fica aqui a dica à AEP.

Agora perguntam vocês: "qual foi a primeira iniciativa?".
Perguntem lá.
Eu conto, foi, então, lançar centenas de balões verdes e brancos, iluminados com leds. Epa, espectacular. Se há balões eu volto. Já.

Eu e os 43 mil jovens emigrados... Alto! Isto é só para 26 desses 43 mil, porque os que não têm licenciatura podem continuar por lá.

 

 

PS: Juro que adorava ter tido capacidade para inventar isto, mas é real. Li na TSF.