Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens.

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens.

Amigos: Ele não vai mudar

27.01.17 | Maria vai com todos

920x920.jpg

Meio mundo, olha para o Trump como uma namorada ou namorado olha para a besta do namorado ou namorada. Enche-se de ilusões, cria sonhos, estabelece metas e continua a suspirar. Nas relações, mesmo as mais condenadas, há sempre alguém que acha que o outro vai mudar: “quando acabar esta fase de stress no trabalho”, “assim que formos viver juntos”, “depois do casamento”, “com o primeiro filho”, "é só uma fase" e por aí fora!

Com o Trump é o mesmo! Todos achavam que ao ser candidato oficial dos Republicanos ele iria mudar, humm, humm, pois sim, abelha. Agora é a esperança de que por ser presidente, ele irá (por fim!!) mudar. Desenganem-se pessoas! Ele é assim, não vai mudar. É tóxico. E pior, ganhou as eleições. E ganhou-as com essa mesmo postura, sendo quem é, não tendo que medir discursos, nem palavras ou actos! Tudo isso foi legitimado com… como é que se chama mesmo?! Democracia, é isso! Entendam, ele não vai mudar. Nem ser uma versão melhor dele mesmo.

 

Em uma semana já pôs o muro em marcha, já cortou o apoio financeiro a ONG’s que em países mais pobres possibilitam a interrupção voluntária da gravidez; já deixou claro quem é e quem não é bem-vindo nestes novos EUA - país onde já só se fala oficialmente, o inglês; defendeu a tortura sem pudor (outra vez) e aposta forte e feio na política isolacionista (“buy America”, “hire America”).

 

Pelo meio ainda há umas almas que dizem que “eu não gosto dele, mas com a medida A e B, eu até concordo” - opa,menos! O pior é ver as almas que ainda que acreditam que ele vai mudar. Um sistema totalitário constrói-se assim. Hitler, que nesta coisas do totalitarismo parece ser a única referencia que muitos entendem, não chegou ao poder e começou logo a construir campos. Nem Salazar criou logo a PIDE. É por isso que: RESISTÊNCIA!

5 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Daniel Silva

    01.02.17

    Outra questao pendente : Fala-se do ACA (Obamacare) como se fosse algo logico. Nao é nada assim tao bom. Liberdade individual ( como os americanos prezam) é utilizador-pagador e ponto final. Quem quer ter seguro de saúde que a pague mas nao obrigamos ninguem a ter. Evoca sempre a responsabilidade individual e o de nao forçar individuos a pagar por algo que nao querem.

    Quem me dera que fosse assim mas aqui na Europa, somos obrigados (senao, prisão) a dar dinheiro para alguns beneficiarem.
  • Vai-me desculpar, Daniel, mas o seu comentário parece-me feito de ideias demasiado simplistas e até perigosas.

    Fazer cumprir mais medidas, não faz dele um bom político. Dar a continuação a uma obra antiga, também não faz dela uma boa obra.
    Quanto à IVG, ele retirou apoios financeiros a ONG’s, que entre milhentas de outras acções levam também a cabo a prática da IVG. Mas discutir a IVG já é algo que ultrapassa o Trump e não quero ir por aí - e sim, eu sou a favor.
    Quanto ao “Buy america, hire america” não significa, até porque não é isso que ele pretende, terminar com a exploração do trabalho infantil. É, sim, uma ideia preconceituosa baseada na “culpa do emigrante que vem e nos rouba o trabalho”! E eu, que sou emigrante, não me poderia sentir mais enojada por esse tipo de pensamento e por tudo que este implica.

    Os EUA e a Europa têm valores e uma cultura muito diferentes e nem me interessa discutir qual a melhor, até porque há coisas boas e más em ambas. No entanto, eu gosto de viver num mundo onde o Estado assegura um bom sistema de saúde, ou seja, mais proteccionista. Porque hoje temos dinheiro e amanhã já não. Porque hoje temos trabalho e amanhã já não…. e por aí fora.

    Acho que posto tudo isto, entenderá bem a razão pela qual eu não sou a dão número 1 do Trump :)
  • Sem imagem de perfil

    Daniel Silva

    01.02.17

    Prezada Maria,

    Não estou nem quero estar a opinar se politica A,B é boa ou má. Sei que ele, aquando das eleiçoes prometeu certas politicas que, apesar da nossa opinião pessoal, foi aceite pelo povo americano. Nao estamos é habituados a que isso aconteça. Ele prometeu acções ( boas ou más, nao me cabe a mim), ganhou votos suficientes e está a cumprir.
    Sobre a IVG eu tambem sou a favor. No entanto, aceito que haja quem nao o seja. Daí a ter de ser o estado a financiar, com os impostos de toda a gente ( dos que aceitam e dos que nao aceitam) sob pena de irmos presos, é que já é esticar a corda da liberdade.
    Buy american acontece porque todas as grandes empresas estao sediadas em "paraisos" fiscais e as suas fabricas foram todas deslocalizadas para "paraísos" laborais. Onde se poe crianças e adultos a trabalhar 16 horas por dia sem condiçoes nenhumas. Fica mais barato, mais lucro para as empresas. Nao é para acabar com o trabalho infantil, talvez me tenha explicado erradamente. É para acabar com essa mudança que colocam empresas americanas e europeias com custos mais elevados e assim os seus produtos nao sao consumidos.

    Sobre o SNS, o modo de vida americano é diferente do europeu. Aqui, a sociedade quer saúde à custa de todos. Lá quem quer saúde, que pague. Acredito mais no funcionamento do modo americano. Nao deveria ser obrigado a pagar pela saúde dos outros quando estes fumam 30 maços de tabaco/dia e bebem 5 litros de aguardente/semana. O estado podia sim, fornecer sistemas de saúde em concorrencia com privados e nós, teriamos liberdade de escolha.

    Melhores cumprimentos,
  • Mas aí é que não coincidimos, não é por haver um político que por fim, cumpre o que promete, que as suas medidas/acções são mais ou menos criticáveis.
    No mesmo texto, falo sobretudo desta tentativa constante de desculpabilização do Trump. O paternalismo é tanto que chega ao ponto de haver quem o compare com uma criança caprichosa, em vez de assumir que ele é o problema que ele é, para uma sociedade que considera valores como a tolerância, o respeito pelo outro, a multiculturalidade, etc., etc., tão importantes.

    A meu ver, acho que continua a ver de forma muito simplista as medidas do Trump, tentando ver pontos aceitáveis, quando na verdade a máquina parece mover-se a ódio, xenofobia e interesses - veja o ban dos aeroportos. Ele não baniu muçulmanos da Arábia Saudita, país com o qual tem negócios e que recruta tantos jovens para o extremismo. Isto, a meu ver já nos diz muito sobre os valores deste senhor.

    Quanto ao SNS, eu entendo a sua posição; mas eu sou dessas que defende que Educação e Saúde é daquelas aéreas onde o estado tem e deve meter a colher. E não me importo de pagar por quem fuma 5 maços de tabaco, até porque há muitos saudáveis que também precisam dele… a genética é f***** ;)

    Um bom dia!

  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.