Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens.

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens.

Orange is the new black: O estranho caso da protagonista insuportável

12.08.18

 

oitnb.png

 

Adooooooro o Orange is the new black! È divertido, mas actual e sempre com temas contemporâneos. Fala de feminismo, racismo, privilégios e sexualidade. Conta as histórias, de forma humana, de mulheres. Umas a quem a sorte lixou a vida, outras pelas más decisões, outras pelos contextos de vida. Ou seja, de mulheres. Todas e cada uma de nós, nos podemos facilmente rever nas personagens e nas suas histórias.

Não se trata de ser coitadinhas, mas sim de explicar como, de facto, um deslize, a falta de sorte, uma má decisão e outras coisas às quais damos tão pouco valor nos podem mudar a vida. E, claro, como a vida dentro da prisão também faz mudar quem lá está.

 

Por isso, gosto tanto dos momentos em que contam o passado das personagens. Adoro que haja personagens odiosas, pois até elas têm um "quê" de humano. A última temporada foi a mais fraquinha, mas é a bater palminhas que inicio a próxima. Vou para o episódio 7, já se falou do Black Lives Matter e isto agora vai MESMO ficar interessante.

 

Ainda assim, o meu desabafo é para a Pipper, a personagem principal!

A personagem mais chata, mais fútil, mais superficial, mais desinteressante do OITNB!

Custa-me ver como nos anúncios promocionais ela é ainda apresentada como se fosse personagem principal. Como se, LITERALMENTE, todas as outras personagens não fossem mil vezes mais interessantes. A Pipper tem de ser a personagem principal mais chata da histórias das personagens principais em TV. Dá-me fastio! Cansa-me. Ponham-na em liberdade!

Here we go again: Incêncios

06.08.18

incendio_Portimao.jpeg

Foto DN

 

A semana passada, a Grécia lembrou-nos a todos a tragédia dos incêndios que ocorreram no ano passado em Portugal! Foi desolador ver as imagens, porque além da tristeza daquela gente, também nos são próximas e tocam na pele.

Houve até quem achasse que era bom um bom momento para fazer politiquice e mandar bocas para o alto. Entretanto, o verão a sério, o calor a sério, o "este é o dia mais quente dos últimos 2830239 anos" chegaram a sério e em força, e com eles, começaram os incêndios.

Muita força Portimão!

E, esperemos todos, que as coisas tenham melhorado, no que toca à organização e coordenação dos meios, assim como dos recursos. E que desta vez não seja melhorar um bocadinho. Que seja um fazer bem as coisas! De vez.

Pág. 2/2