Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens. Istambul. Riga. Cinco anos em Madrid. E agora Berlim.

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens. Istambul. Riga. Cinco anos em Madrid. E agora Berlim.

Portugal reconheceu injustiça da escravatura quando a aboliu, disse Marcelo

Marcelo-Rebelo-de-Sousa.jpg

E tudo graças ao Marquês de Pombal! E o Presidente da República ainda disse mais! Ele disse "(...) essa decisão do poder político português foi um reconhecimento da dignidade do homem (...) Nessa medida, nós reconhecemos também o que havia de injusto e de sacrifício nos direitos humanos"

 

Ai este Marcelo tão brincalhão! Um maroto!

Chateia-me tanto, mas tanto esta coisa Portuguesa do passado glorioso, com tão pouco espaço para culpabilização e análise e consciência! Comecemos pelo facto de que a escravatura em Portugal só foi abolida em 1878, tendo depois arrastado num processo de colonização que durou até 1974! Só para a Baía, Portugal levou mais de 1 700 000 milhões de pessoas que, obviamente, escravizou! Agora somem os outros milhares que chegaram a outras cidades Brasileiras, sem esquecer no resto das colónias. Crê-se que mais de 12 milhões de pessoas foram escravizadas pelos Portugueses, Ingleses, Espanhóis, Holandeses e por aí fora! Só isso é mais do que um Portugal inteiro! E depois somem os milhares que morreram pelo caminho!

 

Para o senhor presidente bastou abolir a escravatura para ficar tudo bem e Portugal e o mundo deixar de ser um lugar racista. Como se ainda hoje, o racismo não fosse um problema e um travão ao desenvolvimento destas nações. Menos saudade, menos império, menos "Viva Portugal" e mais noção e espirtio de auto-crítica.

 

 

1 comentário

Comentar post