Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens. Istambul. Riga. Cinco anos em Madrid. E agora Berlim.

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens. Istambul. Riga. Cinco anos em Madrid. E agora Berlim.

O ponto mais alto de Berlim

Teufelsberg-Berlin.jpg

 

Há em Berlim, vários locais abandonados. Sobretudo do lado este, o lado da RDA, pertencente à Antiga União Soviética. Entre piscinas e hospitais, existem dois locais que quero muito ir. Um é um antigo parque de diversões, uma espécie de Disney da URSS e o outro é o Teufelsberg, um velho (e resistente!) edifício, que já foi escola para Nazis e centro de espionagem durante a Guerra fria.

Ao parque de diversões ainda não fui, porque literalmente significa invadir espaço privado (ando a ganhar coragem), mas fui recentemente ao Teufelsberg, que é também o ponto mais alto de Berlim, descobri na altura. Desde já, tirem o cavalinho da chuva, porque as vistas são verde, muito, muito, muito verde (Berlim é a capital mais verde da Europa) e algumas fábricas, ou seja, nada de espectacular. Ainda assim o Teufelsberg vale MUITA a pena e entrou para a minha lista de locais favoritos em Berlim.

O espaço hoje em dia é uma verdadeira atracção turística, cuja entrada custa 8.50€. Agora imaginem um espaço meio destruído, onde só restam paredes e cimento, sem mobília ou janelos e cheio de obras de street art.

Mas vamos à história, o edifico foi projectado antes da II Guerra Mundial por Albert Speer, o chefe dos arquitectos de Hitler. Na altura, funcionava como escola militar. Mais tarde, os Aliados tentaram destruí-lo, mas o edifício revelou-se tão resistente, que por ali ficou… Sendo, durante a Guerra Fria, usado pelos Americanos e pelos Britânicos para espiar os russos - claramente, discrição não era o nome do meio destes espiões! É que além da altura, existiam três enormes globos, que ainda hoje são BEM visíveis!

 

Hoje em dia, é possível visitar o espaço e passar uma tarde bem agradável por ali, a beber uma cerveja e, com sorte, a aproveitar o sol. Dizem que o  espaço foi comprado por David Lynch que ali ia abrir uma escola de cinema, há quem fale numa escola de ioga,… Enquanto pesquisava para escrever este artigo, descobri que há verias teorias. E tendo para que tenham optado por manter o edifício e preservar a sua história. Por facto, o que eu sei é: sim, vale a pena ir. Há possibilidade de entrar à socapa, mas o melhor mesmo é ir tranquilamente e pagar os 8,50€. Tranquilos, é super seguro, não abana, nem há nada a cair de podre. Recomendo que levem algo para comer e beber. Ah, levem a camera fotografia e vão durante o dia, para poder apreciar melhor o espaço. Este é daqueles espaços, que para mim, é BEM Berlim. Tem arte, acessível a todos, cool, sem ser presunçoso e cheio de história! Aqui ficam algumas fotos - podem ver mais no meu Instagram, deu-me preguiça de subir 

 

Teufelsberg-Berlim.jpg

street-art-berlin.jpg

 

berlin-street-art.jpg

o-que-ver-em-berlim.jpg