Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens. Istambul. Riga. Cinco anos em Madrid. E agora Berlim.

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens. Istambul. Riga. Cinco anos em Madrid. E agora Berlim.

Alemães

Ich bin ein Berliner

 

Por norma, descreve os alemães como uns fofinhos, meio autistas, muito metidos no seu mundo. São gente que não apanha ironias, não entendo sarcasmos e segundos-sentidos não é com eles. Eles acreditam que todos param no sinal Vermelhos e que as leias são para seguir. São como umas crianças ingénuas, que parecem que não conseguir ver ou acreditar que há um mundo de caos e gente que desobedece.

Essa é a maravilha de viver num mundo de regras: dá-nos segurança e tranquilidade. Sabemos que o metro vai mesmo chegar em 2 minutos (não em Berlim, que isto é o Faroeste da Alemanha); que o carro deixa-nos passar e que as criancinhas podem ir de bicicleta na rua, porque, afinal de contas, vivemos num mundo civilizado, Os alemães são também um bocadinho assim:

 

sub-buzz-31448-1477138605-1.jpg

 

 

 

 

 

 

 

*Nota: este texto está pegando de estereótipos e é para rir, ok? Os alemães são fixes. Há alemães corruptos e alemães que não chegam a horas aos encontros. O mundo fixe, não fiquem nervosos!