Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens. Istambul. Riga. Cinco anos em Madrid. E agora Berlim.

Maria vai com todos

Estórias. Histórias. Pessoas. Sítios. Viagens. Istambul. Riga. Cinco anos em Madrid. E agora Berlim.

A Primavera chegou a Berlim

Ich bin ein Berliner

IMG_20160426_001320.jpg

 

Eu cheguei a Berlim no final de Setembro, ou seja, ainda apanhei uns raios solares, mas nada de muito extravagante. Basicamente, desde que cheguei aqui que ouço "Na Primavera é que é", "o Verão em Berlim é incrível", "tudo muda com o sol, até as pessoas" humhum, pois, sim!

E não é que as pessoas têm razão?
Já nem me lembrava do que era isto da "chegada da Primavera", o processo de ver o verde a chegar, as flores a florirem, etc. Os parques enchem-se, compra-se mais cerveja do que nunca e é-se genuinamente feliz. Muito possivelmente se o Inverno não fosse a caca que é... aliás, o problema não é o frio, nem o Inverno, é o cinzento dos dias. Este cinzento que se arrasta de manhã até ao escuro da noite. Em dias menos bons (trabalho chato, mau humor, enfim, coisas chatas) chega a ser desolador.

No entanto, agora tudo mudou. O trabalho pode ser uma caca, a casa não é perfeita, os colegas são chatos, o autocarro que não chega, o sacana do carro a encostar-se à ciclovia... mas sabem que mais? Não faz mal: há sol. Está tudo bem meus amigos!

E, claro, com todo este cenário, andar de bicicleta tornou-se um prazer redescoberto. Até aqui era só para ir dali para acolá, porque era prático, mas agora, agora não! Agora é todo um filme, bucólico e feliz. Uma pessoa dá por si a cantar! Haja alegria... sol, digo!

 

Bem, agora não vou perder mais tempo a escrever. Ala para o parque que se faz tarde!

 

 

 

4 comentários

Comentar post